jaina-herathstone

Aprenda a montar o deck de mago em Hearthstone

O jogo de cartas da Blizzard está ganhando um grande espaço no cenário internacional de e-sports. Diversos jogadores profissionais lutam, mensalmente, para conseguir as melhores posições nas partidas ranqueadas e acumular pontos para o campeonato internacional que deve ocorrer no final de 2015 ou começo de 2016.

Leia também:

Deck de Guerreiro, Garrosh Grito Infernal

Deck de Paladino, Uther, o Arauto da Luz

Dentre as nove classes do jogo, algumas são mais ou menos competitivas, devido ao atual Metagaming (estilo de jogo e de decks) de Hearthstone. Isso faz com que existam diversos estilos de deck em cada classe, porém, algumas são mais propícias para um deck controle, como o guerreiro ou mago, enquanto outras para um deck aggro, como é o caso do caçador.

Dessa forma, explorar os decks de mago que estão no atual Meta deve ser, no mínimo, interessante, tanto pela versatilidade e possibilidades de viradas de jogo, como pela diversão e dificuldade. Neste caso, o “Tempo Mage” e o “Freeze Mage” são os mais conhecidos e utilizados.

“Mas o Garrosh comba minha Jaina e eu perco... não tem o que fazer?” Tem sim, mas, vamos por partes.

Para entender a versatilidade proporcionada por estes decks e aumentar as chances de vitória, é necessário ter alguma experiência no jogo, pois inúmeras vezes, caberá ao jogador fazer a escolha crucial para vencer a partida. Desde a fase de mulligan (trocar as cartas da mão) até momentos finais do jogo, isso pode acontecer. Além disso, é necessário entender o deck do adversário para saber como se portar e fazer cada uma dessas escolhas.

Deck de Mago: Tempo Mage

O deck de Tempo Mage basicamente foca no controle do campo de batalha, em utilizar cartas corretas de acordo com a curva de mana, na intenção de provocar um efeito “bola-de-neve” com o oponente. A cada carta que for jogada, você deve ganhar vantagem sobre seu inimigo, fazendo com que as jogadas dele se tornem ineficiente e que isso possibilite a vitória. A chave para vencer como Tempo Mage é não deixar a ganância vencer. Sempre ter uma resposta em mãos e saber controlar o ritmo da partida é o objetivo final.

Para entender melhor, será utilizado o deck do jogador profissional Reynad, como exemplo:

deck-de-mago-tempo-mage

Deck Reynad

  1. Fase de Mulligan: mantenha cartas como Moreia de Mana, Aprendiz de Feiticeiro ou Cientista Louco. Além disso, é interessante possuir um Canhão de Chamas ou Seta de Gelo, para eliminar os primeiros lacaios do oponente.
  2. Foque nas sinergias do deck: fazer o combo Moreia de Mana, Portal Instável / Canhão de Chamas / Seta de Gelo é um ótimo início de jogo. Isso garante um maior controle do campo de batalha.

Utilizar o Cientista Louco para trazer os segredos no momento certo do jogo é fundamental. Tentar não desperdiçar este lacaio contra outros de forma desnecessária pode fazer com que você “perca” um segredo, sobretudo a Entidade de Espelhos.

O Poder Heróico deve ser utilizado sempre que for necessário destruir um lacaio inimigo, tentando evitar que seus lacaios sejam destruídos no processo. Um típico exemplo é a jogada do Gnomo Leproso no turno um. É melhor utilizar o poder de mago para destruir do que jogar um Cientista Louco ou mesmo uma Moreia de Mana.

  1. Ao mesmo tempo em que o objetivo é provocar uma bola-de-neve, não desperdice as chances de causar dano no oponente e lembre-se das magias de limpar o campo de batalha, como Golpe Flamejante ou Briga. O esforço do deck é justamente controlar este local, não deixe todo o esforço desaparecer por conta de uma magia dessas.
  2. Em geral, este deck leva o jogo até o chamado “late game”, quando os dois jogadores já possuem a totalidade de mana e os decks já passaram da metade. Neste momento, geralmente os decks que funcionam por combos podem começar a fazer efeito. Para evitar isso, tente ser mais rápido contra esse tipo de deck. Lembre-se de manter o Ragnaros ou Sylvana na mão até o momento que for necessário para reverter determinada jogada.
  3. Novamente, conhecer seu oponente é fundamental. Por isso, a forma como se deve ditar o ritmo da partida jogando como Tempo Mage varia. Contra decks muito rápidos (FaceHunter e ZooLock, por exemplo), tente atrasar o jogo. As Entidades de Espelho são muito eficazes para isso, além de terem uma ótima sinergia com o Ardilante. Contra decks mais lentos, outros controles ou combos, faça jogadas mais rápidas, controle a mesa, mas não desperdice cartas. Utilizar a moeda apenas para ganhar um de ataque com a Moreia de Mana pode não ser uma boa ideia, mas utilizar um Canhão de Chamas contra uma Ferreira de Armaduras pode ser a vitória.
  4. Cartas essenciais: Moreia de Mana, Canhão de Chamas, Cientista Louco, Portal Instável, Entidade do Espelho, Bola de Fogo, Draco Lazúli.

Deck de Mago: Freeze Mage

Por sua vez, o Freeze Mage possui outra proposta de jogo. É um deck de combo, que tem o objetivo de atrasar o máximo do jogo do oponente até que o combo esteja pronto em suas mãos. Como o próprio nome propõe, o foco é utilizar as magias que congelam inimigos, evitando que eles ataquem. Muitas magias de dano massivo para evitar uma grande quantidade de lacaios no lado inimigo e comprar cartas o mais rápido possível é o que fazem o deck funcionar.

Como é um combo deck, entender como esse combo funciona é essencial. Basicamente, constitui de dano direto no oponente através de magias como Bola de Fogo, Ignimpacto, Seta de Gelo + Lança de Gelo. Todavia, não deixe de utilizar uma dessas magias em uma situação emergencial, para vencer, é necessário não perder.

Para entender melhor como este deck funciona, olhem o deck do jogador profissional Kolento:

deck-de-mago-freeze-mage

Deck do Kolento: Clique aqui

  1. Fase de Mulligan: mantenha cartas de baixo custo, como Seta de Gelo e Acólito da Dor e Ovelha Explosiva. Caso tenha uma Nova Congelante ou Agoureiro, troque caso não tenha nenhuma das cartas citadas anteriormente. Foque nas sinergias de começo de jogo.
  2. Sinergias do deck: O combo Agoureiro e Nova Congelante é muito eficaz, mas tenha cuidado com o silenciar. Isso inviabiliza totalmente a jogada. Tente guardar ao menos uma Seta de Gelo para o fim do jogo, podendo fazer o combo com duas Lanças de Gelo, possibilitando, ao menos, 11 de dano. Utilize o Golpe Flamejante e Nevasca com sabedoria – espere o máximo que for possível para jogar, mas tente sempre ficar acima de 10 de hp. Além disso, utilize o poder heroico no Acólito da Dor, isso garante que você terá, ao menos, duas compras por conta dessa carta. Utilizar a Barreira de Gelo quando for possível e o Bloco de Gelo apenas quando necessário.
  3. O objetivo do deck é esperar até que seja possível jogar Antonidas ou Alexstraza para diminuir a vida do oponente e ganhar inúmeras bolas de fogo. Porém, lembre-se de utilizar as magias quando for necessário para destruir algum lacaio. Não tenha receio em gastar uma Bola de Fogo em um Imperador Thaurissan, por exemplo. Em diversos casos, será necessário utilizar a Alexstraza para recuperar a vida de seu herói, não tem problema.
  4. Este deck tem o intuito de levar até o “late game”. O maior problema será um outro deck que alcance o combo de forma mais rápida ou os decks aggro. Para evitar esses problemas, foque em pressionar o oponente quando for possível. Utilizar o Acólito da Dor no segundo turno com a Moeda é uma ótima estratégia contra aggro. Ao mesmo tempo, utilizar este lacaio no quinto turno com o poder heroico é vantajoso contra control ou combo decks.
  5. Com este deck, conhecer o oponente também é fundamental, porém, a diferença esta no foco. Enquanto o Tempo Mage deve olhar para o ritmo, o Freeze deve olhar para as escolhas. Saber o momento correto para utilizar as diversas sinergias, bem como as magias para limpar o campo de batalha é essencial. A chave para o sucesso está saber conter as jogadas o máximo de tempo que for possível, para inviabilizar a estratégia geral do oponente.
  6. Cartas essenciais: Barreira de Gelo, Acólito da Dor, Agoureiro, Nova Congelante, Bloco de Gelo, Seta de Gelo, Lança de Gelo, Bola de Fogo, Nevasca, Golpe Flamejante, Imperador Thaurissan, Alexstraza.

Hora de jogar como Mago!

Finalmente, ambos os decks possuem uma ampla utilização nas partidas ranqueadas e em campeonatos de Hearthstone. O início é complicado por necessitar de experiência, entretanto, tornam-se alguns dos decks mais fortes do Meta quando o jogador sabe o que fazer e quando fazer. Agora, chega de teoria, pegue sua Jaina (ou Medivh) e vá congelar seu oponente!